18.7.07

Shrek 3

...........................




Mais uma história de Shrek... para mim apesar de ter achado um bom filme e de ter gostado, também achei o mais entediante dos três... não é que não me tenha rido com gosto, não é que não tenha delirado com a voz do burro e com o gato das botas... mas tenho vindo a gostar menos de cada um que aparece mais...

O primeiro foi aquele espectáculo que deixou toda a gente encantada... o ogre solitário que vive num pântano e que de repente vê o seu sossego completamente devassado por toda a espécie de animais que foram expulsos do reino de Lord Farquaad, incluindo um burro que decide adoptá-lo (ou ser adoptado por ele) completamente louco e completamente hilariante...

Pensando que conseguiria a sua tranquilidade de volta, Shrek faz um acordo com Farquaad comprometendo-se a ir buscar uma bela princesa presa num castelo guardado por um dragão terrivel, em troca dele deixar toda a bicharada retornar as suas casas. O burro não descola dele seguindo-o por toda a jornada, acabando por se tornarem amigos à força. Acaba apaixonado pela princesa que afinal tinha sido amaldiçoada em bebé e que é uma linda jovem de dia e um ogre de noite... Hilariante... espectacular filme de animação.

Depois, o segundo filme em que Shrek e Fiona já casados e a viverem felizes no pântano junto com o burro que não os larga nem por nada... recebem um convite dos pais da princesa para os visitarem no palácio. Só que o Rei Harold é entretanto visitado pela Fada Madrinha de Fiona, a quem o Rei tinha prometido a filha para casar com o seu filho “O Príncipe Charmoso”... lindo e metrosexual, lol

Ameaçado pela fada malvada, ela contrata um assassino profissional para os separar... o gato das Botas e este é praticamente o personagem mais importante do segundo filme, que entra com ares de grande matador e acaba a ronronar e a fazer parte do clã do pântano... as cenas com o gato e o burro são realmente divertidissimas mas o filme na parte final na minha opinião já se começa a tornar um bocadito maçador... já estava um bocadinho farta da fada madrinha e do seu filho vaidoso e convencido.

Neste terceiro filme, Shrek e Fiona que continuam a viver em paz e felicidade no seu pântano, agora com o burro e o gato das botas como companheiros, são chamados de urgência ao Reino “Bué bué longe” onde vivem os Reis seus sogros, porque o Rei que no final do segundo filme tinha sido transformado em sapo, adoece e deixa de falar para começar a coaxar, sendo impossivel continuar a reinar nestas condições... quando lá chegam o reis está realmente mal e acaba por morrer. Mas no leito de morte, diz a Shrek que ele vai ter que continuar a reinar no seu lugar... coisa que ele declina de imediato porque nem lhe passa pela cabeça que os subditos queiram um ogre a reinar... nem ele quer ficar por ali vestido com fatos apertados e cabeleiras empoadas...

Mas as hipoteses não são muitas, apenas existe Artur, um primo da princesa Fiona que vive numa Faculdade onde se diverte com uma vida calma e descontraída... só que Shrek acha essa possibilidade a sua unica salvação e lá vai ele com os seus amigos Burro e Gato das botas a procura de Artie.... No cais de onde o seu barco parte, o dragão fêmea despede-se do seu marido Burro rodeada pelos seus filhotes meio dragburros ou burrgões , ehehehehe e Fiona já com o barco em movimento grita para Shrek que ele vai ser pai... o que lhe parece verdadeiramente assustador e assombra os seus sonhos durante toda a viagem...

Enquanto Shrek parte para ir buscar Artur, o filho da Fada Madrinha, “O Principe Charmoso” faz um acordo com a Bruxa Má, o Capitão Gancho e o Cavaleiro sem cabeça e volta ao reino bué bué longe para reclamar o reino que ele acha que é seu por direito. E vem disposto a tudo para que nada nem ninguém possa interferir nos seus planos. E assim a princesa que se encontra a tomar chá e a falar da sua gravidez e futuro bebé com a sua mãe e as suas amigas, Rapunzel, Branca de Neve, Cinderela, uma das suas irmãs feias e Bela Adormecida, são feitas prisioneiras numa torre do Castelo.

E pronto, Shrek tem que convencer Artur que vive numa faculdade em que as miúdas se pintam e vestem escandalosamente e os "pintas" fumam charros encostados às paredes que tem que largar a boa vida que leva para ir ser Rei do Reino bué bué longe, coisa que ele não está minimamente interessado. Com alguma persuação e uns calduços na cabeça Artur lá vai sendo levando de regresso... com uma paragem em casa do Mago Merlin, professor da faculdade que está "com baixa" por ter tido um esgotamente nervoso... (esta parte para mim está demasiado longa e cansativa...)

A parte mais hilariante de todo o filme para mim é quando o Merlin se engana num feitiço e o Gato e o Burro trocam de personalidades... ver o Burro a falar com a voz de Banderas e o Gato com a de Eddie Murphy, junto com as piadas que eles fazem a eles próprios ainda me arrancou algumas gargalhadas...

Entretanto no reino as mulheres decidem mostrar o que valem e apesar da Bela Adormecida andar sempre a cair pelos cantos cheia de sono e da Branca de Neve ter um mau feitio que ninguém atura, conseguem dar conta do recado... a mãe de Fiona revela-se uma verdadeira guerreira e depois de partir as paredes do castelo à cabeçada sai par o exterior a saltitar e a cantarolar o tema do Música no Coração...

Demasiada gente para o meu gosto, todas estas princesas, la vêm de volta os 3 ratos cegos, os 3 porquinhos, o Gengibre Man, o Pinóquio e já nem me lembro mais quem... e no final encontram-se todos em palco, num peça de teatro que o Principe Charmoso insiste em protagonizar, mais o Capitão Gancho, a Bruxa Má, etc etc etc...

O Principe é vencido, Artur é coroado Rei e Fiona e Shrek voltam para a sua cabana, para terminarem o filme algum tempo depois rodeados de pequenos ogres cada um mais pestinha que o outro... engraçado sim... mas muito bom???? Para mim não !!!!!

4 comentários:

dharma disse...

Eu gostei dos pequenos ogres, lol e esperemos que o 4º se houver seja mais pujante e com graçolas novas

Tatarugo disse...

É a primeira vez que aqui comento porque nãop tenho muito tempo p ver filmes.
No fim de semana passado vi os tres shrek pela primeira, quase todos de seguida:)
Confesso que gostei muito do primeiro, os outros dois nem por isso mas se calhar já era cansaso... muita televisão seguida não faz o meu genero.
Beijinhos

Alexandre disse...

Confundo os Shreks por isso foi bom ler o teu post para organizar as ideias! Ainda não fui ver este mas o que já vi como promoção deixa-me toda a curiosidade do mundo.

Ah, aquela praia não era a Fonte da Telha mas a Praia do Rei, mas é quase a mesma coisa, praias magníficas com acessos frustrantes. E nada melhora de ano para ano! Só neste país, como diz o Sérgio Godinho, porque se fosse noutro qualquer país, aquelas praias seriam paraísos.

Até porque Lisboa é a única capital europeia com praia à porta!

Muitos beijinhos!!!

Vieira Calado disse...

Muito bem apanhada a cena dos famosos do cinema.
Não conhecia.
Boa semana